Desfragmentos

De um coração que já não existe mais.

Sombrio.

Um coração amarrotado de cicatrizes bate aqui dentro. Nele persiste uma dor impertinente, da qual já está anestesiada pelo o tempo que está aqui.
Posso até tentar enxergar coisas belas nas pessoas e no mundo, mais as decepções sempre fazem crescer cada vez mais uma mancha preta no coração e as cicatrizes sangrar. Por qual motivo tudo isso? Será que vou tornar um ser humano sombrio e terrível?





Aguarde os próximos capítulos...

0 reclamações: