Desfragmentos

De um coração que já não existe mais.

Feliz.

Ela sempre sentia cheiro de um perfume, que chamava a atenção, toda vez perguntava que perfume era esse. Por mais que respondessem não sabia explicar o porquê lhe chamava tanta atenção, até o dia em que conheceu alguém que usava exatamente aquele perfume, e que lhe fez feliz por um tempo, pois tudo tem seu fim. Mas toda vez que ela sentia o cheiro daquele perfume novamente, sentia uma dor no fundo do seu peito de saudades e a certeza que foi feliz com o dono daquele perfume! E que perfume é esse? Só ela poderá responder, mais prefere deixar guardado dentro de suas memórias.




Sumara Canzi, 4 de julho de 2011.

0 reclamações: